O processo de importação de negócios é similar ao de clientes, com a diferença que além de mapear os campos de Cliente e Contato, mapeamos também os campos de negócio.

Antes de descrever cada passo do processo, é importante esclarecer que Importação de dados significa, neste contexto, migrar seus negócios para o Ploomes de forma massiva a partir de uma planilha em Excel, sem a necessidade de cadastrar item por item de forma manual.

A sua planilha deverá conter apenas uma aba, não poderá ter caracteres especiais e nem fórmulas!

Passo 1: Entre na tela de negócios

Passo 2: Clique em Menu

mceclip2.png

Passo 3: Clique em Importar negócios pelo Excel

Nota: O funil por onde clica em 'Importar negócios' não difere no destino dos negócios importados. Veremos como definir isso na etapa de mapeamento.

Passo 4: Escolha uma planilha em seu computador. Evite nomes longos e com caracteres estranhos. Em seguida, clique em avançar.

mceclip5.png

Passo 5: Realize o mapeamento de campos

Mapear campos significa que você precisa dizer ao Ploomes que os dados de uma coluna específica da seu planilha deverão ser guardadas em um dado campo do Ploomes. Vamos imaginar que sua planilha siga a seguinte estrutura:

Você precisa definir se aquele campo é um campo de Negócio, Empresa ou Pessoa. Repare na imagem acima: a primeira coluna é um dado da Empresa. A segunda coluna conta com informações sobre a pessoa daquela empresa com quem você lida. Por isso, a maneira correta de mapear os campos acima é visto na imagem abaixo:

Mapeei para o nome do cliente, o campo Cliente - Nome. Fiz o mesmo para o Contato.

Note que a caixa de detectar por duplicado por este campo está marcada.

A opção "detectar por duplicado por este campo" Impede que sejam importadas duas linhas iguais baseadas em um campo. Normalmente usa-se nome da empresa ou CNPJ. Detecte por duplicado em pelo menos um campo por entidade: No meu caso, detectei no Cliente o campo Nome, e no Contato também o campo Nome. Não vou detectar por duplicado os Negócios, pois sei que quero que todos os negócios dessa planilha sejam criados.


Mesmo que você mapeie todos os campos obrigatórios, se um cliente estiver com a célula vazia, ele não será importado.

Fique atento: se sua planilha tiver muitas colunas, uma barra horizontal será criada para que você consiga rolar a lista para o lado.

Importação de negócios ganhos ou perdidos

Para importar um negócio em situação de perda, por exemplo, devo mapear os 3 campos abaixo:

Término determina a data da perda.

Situação dita que o negócio foi perdido.

Motivo de perda é obrigatório para negócios perdidos. Deve estar escrito da mesma forma que na configuração do funil.

Passo 6: Avance para a detecção de erros

Nesta etapa, clientes com dados inválidos ou com campos obrigatórios não preenchidos serão destacados para que você esteja ciente do que não será importado. Avance para importar os demais.

Passo 7: Importação em andamento

É possível que sua barrinha demore a iniciar. Isso acontece em momentos de pico, já que nossa ferramenta de importação tem um limite de importações que podem ocorrer de forma paralela. Você não precisa esperar o processo terminar. Continue usando o sistema normalmente e, quando quiser verificar o status da importação, basta seguir os passos iniciais deste tutorial.

mceclip11.png
Encontrou sua resposta?